.

-r-

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Leves e flexíveis para andar no dia-a-dia, confortáveis e com amortecimento adequado para caminhadas mais longas, as Skechers




quinta-feira, 22 de maio de 2014

Saudade(s)

Sinto saudades. Saudades da voz... Saudades dos nossos momentos apaixonados. Saudades de conversar, perguntar pelo teu dia, e contar como foi o meu dia. Tenho saudades do lugar onde ia encontrar, saudades do teu sorriso, saudades do meu sorriso, saudades de rir.

Saudades ligar te e dizer “ tenho saudades”, saudades das madrugadas com a tua voz em mim.

Saudades do meu ciúme, saudade do teu ciúme. Saudades dos meus medos, da minha conquista. Saudades da maneira como tu te preocupavas comigo, saudades da minha fraqueza em ti, saudades da minha força por ti.

Saudades do nosso primeiro beijo e do último também.

Tenho saudades ouvir a tua música” woman”. Tenho saudades sair de casa tarde para ir ao encontro. Tenho saudades do teu cheiro, da tua mão na minha, da minha mão em ti.

Tenho saudades do abraço. Tenho saudades do perigo vivido no esconderijo. Tenho saudades dos jogos perigosos prometidos. Tenho saudades do perigo que tu eras. Tenho saudades das noites ao telefone. Tenho saudades do suspiro dado por mim e por ti.

Tenho saudades chamar pelo nome. Tenho  chorar por nós. Tenho saudades ficares chateada comigo. Tenho saudades do teu “ Basta”. Tenho saudades ser apenas “ TEU”.

Saudades pedir desculpa por algo. Tenho saudades da nossa história, das páginas que faltaram no meu livro. Saudades dos poemas que escrevia para ti

Saudades saber que tu, lias. Tenho saudades do nosso namoro , onde só éramos eu e tu. Saudades do casamento não realizado. Saudades dos filhos não nascidos. Saudades da partilha não partilhada. Saudades dos sonhos, que ficaram na gaveta.

Nesta confusão de saudades, dói saber que tudo um dia será para outra pessoa. Alguém que não conheço mais já odeio, e outra pessoa que voltara a despertar em mim, esta saudade.

Um dia  falei “Se amar dói assim tanto, prefiro não amar”, mais a saudades afinal dói muito mais.

Hoje tenho saudades de ti, saudades minhas e saudades de nós....

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Como queria…

Ai!! como eu queria
Sentir o abafar da tua mão
limite paixaoNeste meu corpo teu!!
Como queria
Sentir essa boca, e o sabor que ela trás
O gosto de pimenta com fel
Como eu queria
Estar ao teu lado, de olhos atados
E sentir o prazer nas palavras
O desejo que vem no teu olhar
Como eu queria
Sonhar de olhos abertos
E ver….
Eu ...tu ...e nós
Ai como eu queria

sábado, 11 de janeiro de 2014

Cheiro



Sabes como sinto a tua falta 
A falta do teu cheiro
Como o orvalho sobre a flor
Moça virgem, mulher da rua,
Luto pelo meu crástino
Onde o perfume da tua alma, desafia a pureza quem eu sou
Sou obrigado a confessar os pecados, que nunca fiz
Recuso-me a mentir,
Tenho aqui uma foto tua
Para olhar, e nesta poesia, que agora escrevo, 
Coloco os teus olhos e lábios
Que brilham, diamantes, à noite.
 
Cicatrizo o meu olhar
Na esperança de permanecer
Beijando-te a abraçando
Mas, com todos os outros teus encantos
Tenho saudades desse teu cheiro,
Mulher santa, ou mesmo meretriz por momentos
O perfume do teu corpo, mexe comigo
Como o vento sobre o mar,
Levando a tua sensualidade
Preenchendo o próprio ar que eu respiro,
Tal cheiro agita-se dentro de mim
Criando paredes de ondas de paixão,
O perfume que enrola o meu tempo
Lembrando todo o dia, a mulher dona dele

No dia que nós.... Apenas nós ficarmos
Inflamo a minha paixão por ti
Mato a depressão como uma faca,
Deixo apenas o teu aroma
Em jogos em chamas, onde acende o meu coração,
Alma e mente,
Como o teu cheiro a mim pertence
Convoco mil soldados,
Que tragam o mel do teu amor
Sou conduzido ao ponto da loucura
Apenas porque sinto saudades do teu cheiro

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

É(s) Minha

Ela de garras, a cargo de uma saudade visível
Aço quente, atrás de um olhar
Sou por breves momentos, um consumo apetecível
No olhar suave daquela mulher

Para aterrorizar a minha ansiedade da espera
Obscurecido na sede do desejo
Na praia, com ondas faladas
Tudo por cobiça, quero quem a mim pertence

Sou corrupto na areia da inocência
Sem um processo de penitência,
Ou, como causa de reticências
Apenas tirei, a santa que vivia nela.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Sinto a tua falta

Podemos não estar juntos em pessoa, o destino separou-mos por breves momentos
Enquanto sentir o toque do meu coração, sentirei sempre saudades, minha querida filha.
Por vezes acordo durante a noite pensando que és tu a chamar por mim.

sinto a tua falta ....... Quando alguma criança ri
sinto a tua falta........ Quando um garoto chora
sinto a tua falta........ Quando um pai beija seu filho
sinto a tua falta........ Quando ouço uma criança chama  "papa “

Sinto tanto a tua falta minha Catarina.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

De Mim para Ti

Um coração transbordando em amores,
Que derrama num riacho de cristal,
Sobre as águas em movimento,
E apela por este amor.

Mais perto do espelho das águas,
Inclino-me para travar um relance,
Que por mim chama suavemente,
Colocando os lábios entreabertos.

Avanço ao beijo,
Levo o meu ultimo suspiro,
Mergulho nas águas geladas,
Encontrando por lá segredos mais leves que a morte.
Investigando sonhos cabidos,

A descoberta foi abençoada,
Por mim mesmo, cabido um cupido
E agora com essa união, fecho os meus olhos.

Não chorei por ninguém, sou um herói,
Nesta verdade com o seu tempo um amor verdadeiro,
Mas através deste coração curado, conquistei,
O teu amor por mim.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

SuSurrar

Sentado no sofá, via o jogo entre o Benfica-Espanhol… quando sinto ela atrás de mim, deslizando suas mãos em volta do meu peito e beijando de macio o pescoço.
-Eu sei que você me quer….sinto…
Palavra de Paula, uma amiga da minha irmã. Estava de férias em minha casa. Delicadamente sua boca, encontra a minha, só um leve toque, corre os meus lábios, garganta até que ouço um sussurrar na orelha…
-Eu quero-o agora… beija o meu corpo com fome….quero sentir sua mão deslizar nas minhas pernas e sentir elas à levanta minha saia …quero seus dedos à procura de algo macio. Quero sentir sua mão a tocar no meu clítorios… preciso sentir-me molhada com o seu toque, bem molhada, depois sim pode me fo… duramente…. Você pega em mim, conduz-me ao quarto, deita-me na cama, deita-se em cima de mim e beija-me loucamente…. Suas mãos exploram os meus peitos, deslizando em altos e baixos. Sem aviso, eu começo a tocar em você, sentir, quero sentir se esta tão excitado quando eu. Quero pegar no seu sexo duro, pressiona-lo contra mim. Lentamente, você introduz ele em mim e eu gemo… enquanto, sinto o comprimento dele…ai você começar empurrar duro e rápido bem rápido… sente como posso estar molhada em torno de seu pénis duro… sente apenas… ambos estamos à respirar duramente e gemendo. Necessito-o…
Você depois joga o meu corpo em gestos brutais… desesperado para fazer-me vir… Quero senti-lo com cada pressão, batendo exactamente o ponto direito… ai eu não vou querer parar, ira ouvir eu a falar” … Hummm que bom, não pare …faz-me vir….” Você sente então à minha vagina, começar apertar em volta do seu pénis, enquanto eu me venho duramente, o meu sabor o seu sexo.
De algum modo, o jogo que você esta assistir não parece importante mais… Eu quero-o fo…-me outra vez… duramente e rápido, desesperadamente… Você coloca-me na cama, beijando dessa maneira especial que só você sabe, em cima do meu estômago, através de meus peitos, lentamente acima de minha garganta… eu quero sentir que o seu sexo esta duro. Depois, o sentir dentro de mim…. Antes quero sentir ele a vaguear no meu corpo, em direcção a minha boca…eu beijo a cabeça do seu sexo… lentamente coloco ele nos meus lábios, sempre assim ligeiramente, apenas o deixou deslizar dentro de minha boca….Eu quero sentir sua mão alcançar o meu clítorios, entramos um jogo de toques.…Hummm quero ouvir o seu gemer… não vou parar… Começo à sugar mais duramente …e um pouco mais rápido….você geme com prazer….eu sei que você quer mais….repentinamente você diz-me que pare … coloca outra vez o seu sexo dentro do meu…posso sentir que você começa lentamente a empurrar… quero ele todo dentro de mim… eu quero mais, sim, quero muito mais.....apenas quero é fo… duramente… eu sinto que você começa a ficar no ponto de explodir… em cada movimento de ir e vem….você começa empurrar mais duramente e mais duramente….Hummm eu começo a puxar ainda mais por você…. Hummm, não paramos… Você sente meu suco quente, molhado, enquanto gozo… e imediatamente, você não pode prender... ai quero sentir … seus jorros quentes dentro de mim… Hummm.
Agora vou deixa-lo acabar de ver o jogo, e depois logo vemos que vamos fazer.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Sentimento

Conforto os dias difíceis,
Em sorrisos que invadem a tristeza
São cores que seguem as nuvens
Risos imaginários, beijos sentidos

Toques na carne, suar sem sal
Abraços delicados enquanto os espíritos me seduzem
Uma amizade feito por mim no desejo
Na beleza do teu olhar
Na dúvida tua, dou a confiança
É a Fé para que possas acreditar,
Esta minha coragem para conhecer algo mais de ti,
Terei paciência para aceitar a verdade,
Neste meu sentimento enrolado no desejo.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

O Meu Orgasmo

A minha relação agora com uma mulher é uma coisa instintiva, ficou natural, muito mais natural que algum tempo atrás. Aprendi a pensar como uma mulher. Porque só uma mulher pode gostar das mesmas coisas que outra mulher. Eu era impaciente, inseguro, só conhecia a minha parte, o meu prazer, o meu bem-estar. Pouco sabia como era o orgasmo de uma mulher. Hoje aprendi que o orgasmo começa pela "pele", vai subindo, crescendo... o orgasmo domina, invade todo o corpo, só agora aprendi isso, só agora sei como senti-lo. Agora conheço o lugar exacto que trás a total plenitude do orgasmo ... Agora sinto ela, diabólica, divinal... Sinto agora o prazer que aprendi a sentir depois de pensar como uma mulher.

Vivo a Vida

Será que nunca vivi esta vida
Muitos nunca viveram esta vida
Outros até viveram no limite
Esta vida foi-me  sofredora
Não morri porque estava vivo
Poucos perceberam a dor
Quem nada viu hoje sofre
Rasguei a tristeza
Apenas lembranças que ficaram
Estou vivo,viverei esta vida.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Ontem / noite




Ontem fui esquecer a tristeza/lá fui até a rua dançar/divertir não faz mal/é época de crise/ninguém leva à mal/vesti uma roupa quentinha/e fui dar a perninha/e sai da minha casinha/ até conheci uma menininha/ que é um pouco atrevidinha/mesmo estando com roupinha/toda ela estava quentinha/como ela toda balançava/ Alegrava todos que a olhavam/acabei esta noite/ deitadinho com a menininha/ esqueci a tristeza/ esqueci que vinha tristinho.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Delírios ... nossos

..vens agora que serei teu...

ESTADO DE EXTASE... DE MIM PARA TI... DELÍRIOS MEUS...

..lembras-te das minhas palavras? ... minha incansável busca? ...

vem.. vem para mim... vem desinibida, despida e livre... vem para amar-me... pq necessito ser amado, e desejo amar...

isto é infinito em mim, tu queres?

Queres que eu ame como a uma Divindade?,

Deixa-me deliciar-te dos pés a tua cabeça, em cada pedacinho teu ...

então vem... meu amor, vem sem culpas e sem medos... pois  amarei como nunca fostes amada antes...

em toda tua vida!!

Eu sei  o que tens dentro de ti, é o que busco para mim... sentarei no pedestal, ajoelharei-me a teus pés, e  implorarei amor... em lágrimas a desejar-te...

deixe-me... deixe-me tocar nos teus pés... acariciar as tuas pernas... e deitar o  meu corpo no teu colo.. e que as tuas mãos afaguem nos meus cabelos, dizendo-me ..

meu menino... sou tua...

Sabes o que desejas de mim...

permito!!! ..

então sorrateiramente subirei no teu colo e  beijarei a boca... passarei minha língua dentre teus dentes, e com  as  minhas mãos, prendo os teus cabelos, com força para que não perca ....

e assim... eu possa tirar o oxigénio todo para mim, e tu sem ar vais desejar-me pois somente eu poderei dar tua vida de volta... passarei minha língua em teu rosto... sugarei novamente a saliva...

e descerei no teu corpo... passarei minha língua nos teus mamilos, onde eles ao meu toque enriquecerão, irei ao outro lado... o mesmo acontece... estás a explodir...

e como macho no cio não consigo parar, pois sinto-te minha...

somente teu...

estou sem ar... sem saliva... com teu peito a arder... e meu sexo louco...

mas não consigo amor... não consigo parar... tamanha é minha necessidade de ti... deixe-me colocar-me com a minha boca... deixe-me acariciá-la como se ela(teu sexo) fosse meu troféu, como se ela o estivesse a explodir para mim...

esperando somente por meu toque e meu prazer...

pego na tua mão e coloco em mim e percebes o quanto estou grosso por ti, grito...

toque-me...

toque-me...

desbrava-me e vê... a quentura que estou a sentir...

por ti...

e tu passas tua mão por mim... dizes, gemes e gritas...

ohhhhhhh ...

como desejo-te... sem pensar sentas em cima do meu sexo... e ele penetra-te bem profundo...

sinto-o no teu estômago, mas não paro, pois eu o quero dentro de ti...

beijo-te com volúpia, êxtase... e tu jogas-me ao chão, pois queres-me onde te pareço um animal, pois assim posso cavalgar puxando-te pelos longos cabelos e tu sentes o teu CAVALEIRO...

levantas-te comigo dentro, e por onde desejas, e beija-me a boca, e depois joga-me novamente para baixo e continuas a cavalgar e a urrar como uma DEUSA...

e eu a rebolar em oito sem parar suado e sem ar... Implorando-te para que não pares...

não pares nunca...

porque quero teu gozo, para sermos nesta hora...

um só. CORPO ... ALMA... E ESPÍRITO!!!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Apetece



Apetece-me despojar-te...
Romper com violência a tua roupa
Tomar-te...
Pretender-te
Nos meus braços....
E pegar-te sem medos

Apetece-me tocar-te...
Analisar-te
Encaixar-me
em ti...
Vontade...
comer-te...
Amar-te
Que vontade...
Apetece

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Querida Catarina

Minha querida filha, sabes que vivi tempos complicados, só tu sentiste cada lágrima que deixei. Ainda hoje vejo em cada criança, a visão do teu lindo rosto, o brilho dos teus olhos, a voz do teu chamar.

Minha querida Catarina, hoje voltei a chorar, não choro de tristeza, mas de alegria... filhota.. choro porque a tua mana, esta grande e linda. Sei que estas feliz minha princesa, sinto a tua alegria, como também sentes a minha . Quero ser o melhor pai do mundo, quero que olhes por mim e pela tua irmã Melissa.

Minha querida Catarina
o teu pai.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Desiderato


Que o mundo baptize a minha inocência
Que o romance fique, pois pertenço a eternidade
Pesados fardos carreguei
Tonelada de conquistas, esta alma levou
Assenta sol dourado, onde o corpo solta à dor
Agora, pego na incognoscível
E busco à eterna estrela da felicidade

Esqueci com quem dormi a noite passada
Pois lembro-me que ao teu lado sou feliz
E assim o  destino
Empurrou-me até ti

Hoje o azar morre de dor,
Sabe que sou feliz
Fecho os olhos, na minha pureza 
A imortalidade salva à minha sede,
Consegui matar a desgraça
E renasci para à felicidade

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Sen(ti)mento

Sentimento....
Qual?
O que me prende
O que me faz minar
O que define quem sou eu?
Qual deles?
Sentimento por ti.......?
Amizade
Carinho
Paixão
Tesão
Ternura
E se Aventura é sentimento,
Acrescento também esse.
Mais que uma bela canção
Aquelas de amor
Mais que uma palavra?
Só uma poesia...
Falada
Cantada
Sentida
É assim como sente esta alma!
Feliz... na partilha!
... e sei que tu também..
Começas a sentir o mesmo.....

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A UM SORRISO CONTIDO

Espelhas segredos contidos.. Alma outra que não a tua...Um secreto sorriso dado aos por ti abençoados...Olho-te e descubro muito para além do que fingidamente és...Uma forma, uma postura.Que a ti não pertence...E em cada gesto teu baralhas os que mais te querem ler...Os que mais te querem ao "sempre"..Elo mental num eu –meu- recôndito e secreto..Faço das árvores confidentes e junto a elas por ti anseio...Não sou poeta, nem de falsas pretensões...Passo num pequeno rascunho as palavras que provavelmente nunca te direi..nunca te direi...


Sexo onde?


Sexo na cozinha
Sexo em cima do balcão
Sexo contra o frigorífico
Sexo no fogão

Sexo na sala de estar
Sexo no sofá
Sexo na mesa de café
Sexo no tapete

Sexo na lavandaria
Sexo na máquina de lavar
Sexo na roupa suja
Sexo no secador

Sexo na sala de jantar
Sexo na mesa
Sexo na cadeira
Sexo na lareira

Sexo no jardim
Sexo pelas rosas
Sexo nos cravos
Sexo nos narcisos

Sexo no escritório
Sexo na mesa
Sexo pelo computador
Sexo na impressora

Sexo na varanda
Sexo no guarda-fatos
Sexo na cama
Sexo contigo

terça-feira, 28 de agosto de 2012

A felicidade é…

A felicidade é um sorvete
com uma cobertura de chocolate,
A felicidade é o sorriso de uma criança.
A felicidade é duas pessoas de mãos dadas
enquanto caminham na estrada da vida.
A felicidade é a salpicos das ondas
sentado sob as estrelas na praia.
A felicidade é o som de uma música,
com risos e brincadeiras.
A felicidade é ganhar um ursinho de pelúcia
um jogo de dardos na feira.
Felicidade é um sorriso
num dia, nublado, triste.
A felicidade é ajudar alguém
dar a mão a um amigo.
A felicidade é dizer, "eu faço".
A felicidade é dizer para alguém " Quero-te"
A felicidade é correr num dia de Domingo
Felicidade é tudo isso
e muito mais.
A felicidade está na minha mente,
é e só saber utiliza-la.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Tentativa de


Noite calma e fria num dia de domingo. Carlos e Patrícia, namorados a mais de 3 anos, acabavam de sair do restaurante onde tinham jantado. Noite romântica como sempre. Carlos ....um sujeito trabalhador, amigo do seu amigo e muito apaixonado por Patrícia, um homem de surpresas.

Ligava-lhe todos os dias, e apenas dizia “Amo-te”. Sem complementos mandava-lhe flores tanto para casa como o emprego.
Carlos amava-a e não tinha pejo de demonstrar esse Amor de mil formas.
Patrícia por sua vez era mais discreta, filha única e dona do seu nariz amava o Carlos e o sonho dela era casar como manda os protocolos familiares….
Noiva, igreja e construir uma família. 
Nessa noite os dois estavam super felizes,  Carlos andava já algum tempo desempregado e tinha sido chamado para um novo emprego foram comemorar essa mudança, juntinhos abraçados, mão na mão quando:

- “Encosta ai cabrão”.

Carlos e Patrícia ficam paralisados dois sujeitos aparecem do nada para fazer um assalto.

-Calma...calma

Dizia Carlos com uma voz de espanto.

-“Calma…calma…passa para cá a carteira, anda lá cabrão”

Sem hesitar Carlos segura a Patrícia e tira as carteiras . Os dois homens apresentavam nítidos sintomas de alcoolismo, um deles segurava uma arma de fogo o outro uma faca.

“Não estamos aqui para brincar….passa a carteira, já disse”….

Carlos pega na sua carteira, e entrega a mesma ao homem. vendo que tinha pouco dinheiro , mais enervado ficou. Patrícia tentava não chorar, sentia o seu amor ali ao lado,  nesse preciso momento um deles tenta retira-la da proximidade do Carlos.

- “Anda cá puta….anda cá”

Carlos tentou segura-la, quando o segundo sujeito aponta a arma a cabeça dele. Aquela ameaça parou por breves momentos o respirar do Carlos. O homem apontando a arma, tenta leva-lo para outro sítio...

-“Calma…tenham calma, podemos ir ao Multibanco levantar dinheiro”
- “Agora não é isso que queremos”

Tais palavras deixaram-no intimidado, pois sentia que algo de mais grave vinha ai.

- “Anda cabrão, já disse para vires comigo”

Patrícia começou a pensar no pior, sentia cada vez mais o assédio do indivíduo que a segurava. As lágrimas começaram a deslizar dos seus lindos olhos castanhos, o medo penetrava a largos passos em sua mente.Repentinamente um estrondo fora do normal, olha em volta e vê o Carlos caído, tinha sido atingido por uma pancada na nuca e tombara no chão.

“Trás essa puta para aqui”…

Perante aqueles homens, tal situação….Patrícia perdeu a voz….sem força para um grito de socorro. Os dois homens pegam nela e bruscamente empurram contra a parede 

-“Socorro…Socorro”

Tais palavras, entram no sonho de Carlos, que jazia inerte no chão, mas com enorme esforço, lentamente abrindo os olhos, vê-a contra uma parede e os dois homens tentando viola.la, roupas semi rasgadas, Patrícia desnudada.
Carlos tinha sido paraquedista, aprendeu certas técnicas e uma delas tinha sido manter a calma e tentar surpreender o inimigo. Permanece imóvel no chão, tentando recuperar energias, e algum sangue frio que lhe permita ultrapassar aquela situação inadequada. 

Sentindo que os dois homens não lhe prestam atenção, aos pouco vai-se cercando deles. Patrícia luta, numa luta de profanação, as suas forças já em termo final, sua dignidade de mulher que recusa ser violada. Carlos numa transição brusca, agarra pelo pescoço o sujeito que tem a arma. O outro admirado por aquela situação, deixa-se ficar imóvel agarrando a Patrícia. Ouve-se um tiro, os corpos no chão após aquela luta, brutal e sem regras. Os olhos de Patrícia ficam desfalecidos, o seu coração bombeia sangue em ritmo angustiante, e o 2º homem….pára no tempo.

Um dos corpos deitado no chão, move-se, é Carlos perante tal o segundo homem começa a correr,

Carlos levanta-se, vai ter com a Patrícia, agarra-lhe nas mãos e abraça-a como se não existisse amanhã.

- “Amo-te…amo te”
-“ Eu também, meu amor”

Os dois lentamente abandonam daquele lugar maldito e vão a procura de ajuda. Passados 3 meses, Carlos responde em tribunal pela morte do homem, e é considerado inocente (legitima defesa).
Patrícia, ali sentada num banco do tribunal, observa o Carlos quê se aproxima, de braços abertos e um enorme sorriso nos lábios, diz:
- Queres casar comigo!!.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

FMI da Keka

quarta-feira, 9 de março de 2011

O Fo....! por Millôr Fernandes



O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela diz. Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"?

O "foda-se!" aumenta a minha auto-estima, torna-me uma pessoa melhor. Reorganiza as coisas.
Liberta-me.
"Não quer sair comigo?! - então, foda-se!"
"Vai querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então, foda-se!"

O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição. Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia. "Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a ideia de muita quantidade que "comó caralho"? "Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão matemática.


A Via Láctea tem estrelas comó caralho!
O Sol está quente comó caralho!
O universo é antigo comó caralho!
Eu gosto do meu clube comó caralho!
O gajo é parvo comó caralho!

Entendes?
No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!". Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem. O "nem que te fodas!" é irretorquível e liquida o assunto. Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades de maior interesse na tua vida. Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro para ir surfar na praia? Não percas tempo nem paciência. Solta logo um definitivo:"Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fodas!". O impertinente aprende logo a lição e vai para o Centro Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema, e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD (...)

Há outros palavrões igualmente clássicos.Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba. Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito assim, põe-te outra vez nos eixos. Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.

E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"? E a sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"? Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta:
"Chega! Vai levar no olho do cu!"?

Pronto, tu retomaste as rédeas da tua vida, a tua auto-estima. Desabotoas a camisa e sais à rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios. E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!". Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de
ameaçadora complicação?

Expressão, inclusivé, que uma vez proferida insere o seu autor num providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando estás a sem documentos do carro, sem carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!" Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”

Então:

Liberdade,

Igualdade,

Fraternidade

e

foda-se!!!

Mas não desespere:

Este país … ainda vai ser “um país do caralho!”

Atente no que lhe digo!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Os Verdadeiros Heróis


No outro dia ouvi dizer.... " Os nossos Heróis são o Mourinho, Cristiano, A selecção Nacional, os jogares do Benfica" .... eu respondo quem realmente são os nossos Heróis; 

Os profissionais de saúde, professores), carteiros, o pessoal da Câmara que varre e faz a limpeza das cidades....Heróis, são milhares de portugueses perderam o emprego, só têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram possibilidade ter uma vida saudável.

Heróis, são inúmeras pessoas, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, com a sobra de poucos euros para alimentação.

Herói é o medico que anda em Trás-dos-montes, a visitar pessoas da 3 idade, que precisam assistência sem cobrar nada

Heróis são os Bombeiros, que muitas vezes tão vida pelo moral “ ajudar o proximo”

Heróis são alguns policias, dão a vida muitas vezes por um sistema feito pela politica

Herói sou eu, que trabalho 8 horas para ter uma vida digna.

E dizem que Heróis são quem ganha Milhões por mês, muitos nem o nome sabe escrever, pouco menos falar, esses são os heróis?? Quem prefere comprar um carro de 300 mil euros que dar 300 euros alguém para comprar um aquecedor no frio??

Então pessoas que acham estes como heróis, não passam de uns merdas, por quem pensa assim, mais ter a mentalidade de ser sempre um mesquinha e não ter o valor moral de perceber que os verdadeiros heróis são aqueles que ajudam quem precisa.







quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Orçamento estado / regras trabalho

REPÚBLICA das BANANAS
GABINETE DO PRIMEIRO MINISTRO
LEI GERAL DO TRABALHO
Orçamento estado 2013/2014
Decreto sobre as novas regras 2014
===== K =====
AUMENTO DE SALÁRIO

O funcionário deverá passar a trabalhar vestido de acordo com o seu salário.
Se o virmos calçado com ténis Adidas de 150 EUROS ou com uma bolsa Gucci de 200 EUROS, presumiremos que está muito bem de finanças e, portanto, não precisa de aumento.

Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que precisa aprender a controlar melhor o seu dinheiro para que possa comprar roupas melhores e, portanto, não precisa de aumento.

E se ele se vestir no meio-termo, estará perfeito e, portanto, não precisa de aumento.

AUSÊNCIA DEVIDO A DOENÇA

Não vamos mais aceitar declaração do médico como prova de doença. Se o funcionário tem condições de ir até ao consultório médico, é porque pode vir trabalhar.

CIRURGIA

As cirurgias são proibidas, enquanto o funcionário trabalhar nesta empresa. A empresa precisará de todos os seus órgãos, portanto, o funcionário não deve pensar em tirar nada do seu corpo. Nós contratámos o trabalhador inteiro. Remover algo constitui quebra de contrato.

AUSÊNCIAS DEVIDO A MOTIVOS PESSOAIS

Cada funcionário receberá 104 dias para assuntos pessoais, em cada ano. Esses dias chamam-se Sábados e Domingos.

FERIAS
Todos os funcionários deverão gozar férias nos mesmos dias de cada ano. Os dias de férias são: 1 de Janeiro, 4 de Janeiro, 4 de Fevereiro, 8 de Março, 4 de Abril, 1 de Maio, 25 de Maio, 1 de Junho, 17 de Setembro, 2 de Novembro, 11 de Novembro e 25 de Dezembro. Nem um dia a mais!

AUSÊNCIA DEVIDO AO FALECIMENTO DE ENTE QUERIDO

Esta não é justificação para perder um dia de trabalho. Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho falecidos. Todo o esforço deverá ser empenhado para que os não-funcionários cuidem dos detalhes. Em casos raros, onde o envolvimento do funcionário é necessário, o enterro deverá ser marcado para o final da tarde, depois da hora de expediente. Teremos prazer em permitir que o funcionário trabalhe durante o horário do almoço, podendo sair uma hora mais cedo, desde que o seu trabalho esteja em dia.

AUSÊNCIA DEVIDO À SUA PROPRIA MORTE

Isto será aceite como desculpa. Entretanto, exigimos pelo menos 15 dias de aviso prévio, visto que cabe ao funcionário treinar o seu substituto.

USO DO WC

Os funcionários estão a passar tempo demais na casa de banho. De futuro, utilizaremos o sistema de ordem alfabética. Por exemplo, todos os funcionários cujos nomes começam com a letra 'A' irão entre as 9:00 e 9:20, Aqueles com a letra 'B' entre 9:20 e 9:40, etc. Se não puder ir na hora designada, será preciso esperar a sua vez, no dia seguinte. Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os chefes dos funcionários deverão aprovar essa troca, por escrito.
Adicionalmente, agora há um limite estritamente máximo de 3 minutos na sanita. Acabando esses 3 minutos, um alarme tocará, o rolo de papel higiénico será recolhido, a porta da sanita abrir-se-á e uma foto será tirada. Se for repetente, a foto será afixada no quadro de avisos e na Intranet do serviço com o título: Infractor Crónico.

HORA DO ALMOÇO

Os magros têm 30 minutos para o almoço, porque precisam de comer mais para parecerem saudáveis. As pessoas de tamanho normal têm 15 minutos para comer uma refeição balanceada, que sustente o seu corpo mediano. Os gordos têm 5 minutos, que é tempo suficiente para comer uma salada e um moderador de apetite.

Muito obrigado pela sua fidelidade à nossa empresa. Estamos aqui para proporcionar uma experiência laboral positiva. Portanto, todas as dúvidas, comentários, preocupações, reclamações, frustrações, irritações, desagravos, insinuações, alegações, acusações, observações, consternações e quaisquer outros ...ões deverão ser dirigidas a outro lugar que não à direcção da empresa.

CUMPRA-SE