segunda-feira, 11 de março de 2013

Pouco

Estava perdido no caminho para casa
Avaliando aquilo que sou, e que sinto
Pouco á pouco, entendo que não vale a pena andar só por andar
Voltei a encontrar um amor
Voltarei a sorrir, amanha
Voltarei com as lágrimas nos olhos
Olhar o céu e dar graças
Pouco á pouco, entendo que não vale a pena andar só por andar
Olhar-me por dentro e compreender
Que os teus olhos são os meus olhos
Que a tua pele, é a minha pele
Sou a porta do teu céu
Pouco á pouco, entendo que não vale a pena andar só por andar
Em cada caminhada quero crescer
Voltei a sentar com o brilho nos olhos
Voltei a partilhar a minha alegria
Voltarei, para contar-te que sonhei
Agora mesmo… num dia claro

0 comentários: